terça-feira, outubro 17, 2023

Estudos para Célula de Crianças - Jesus e a Traição de Judas


Então Jesus foi com seus discípulos para um lugar chamado Getsêmani e disse-lhes: "Sentem-se aqui enquanto vou ali orar".

Título: Jesus e a Traição de Judas

1- Recepção / Bate-papo: (Receba as crianças, cumprimente-as e converse um pouco com elas sobre a sua semana).

2- Louvor / Adoração

3- Oferta: Ensine às crianças que não devemos chegar à presença de Deus com as mãos vazias, que devemos trazer sempre a nossa oferta de gratidão e de amor a Ele.

4- Pedidos de Oração: Líder, ore com as crianças, e por pedidos específicos.

5- Revisão da lição anterior: Faça perguntas da última lição dada.

6Objetivo: Ensinar às crianças que assim como Deus é fiel conosco, nós devemos ser fiéis à nossa família e amigos, sermos sinceros e honestos, sempre leais e dignos de confiança. Se trairmos a confiança de outras pessoas, perderemos a sua amizade.

7-Quebra-GeloLíder, explique às crianças que nessa lição nós falaremos sobre “Traição”. Explique a elas o significado dessa palavra. Traição é enganar, quebrar a confiança de alguém, mentir, ser desleal, infiel, não guardar um segredo que alguém confiou a você... Depois faça o quebra-gelo com a seguinte pergunta: Você já foi traído, enganado por alguém? Quem?

8- Versículo para Memorizar: “Quem segue a justiça e a lealdade encontra vida, justiça e honra." Provérbios 21: 21

9- Referência Bíblica: Matheus 26: 36-50

10-Mensagem
Então Jesus foi com seus discípulos para um lugar chamado Getsêmani e disse-lhes: "Sentem-se aqui enquanto vou ali orar". Indo um pouco mais adiante, prostrou-se com o rosto em terra e orou: "Meu Pai, se for possível, afasta de mim este cálice; contudo, não seja como eu quero, mas sim como tu queres". 

Então, voltou aos seus discípulos e os encontrou dormindo. "Vocês não puderam vigiar comigo nem por uma hora? ", perguntou ele a Pedro. "Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca". E retirou-se outra vez para orar: "Meu Pai, se não for possível afastar de mim este cálice sem que eu o beba, faça-se a tua vontade". Quando voltou, de novo os encontrou dormindo, porque seus olhos estavam pesados. Então os deixou novamente para orar. 

Depois voltou aos discípulos e lhes disse: Chegou a hora!  Aí vem aquele que me trai! Enquanto ele ainda falava, chegou Judas, um dos doze. Com ele estava uma grande multidão armada de espadas e varas, enviada pelos chefes dos sacerdotes e líderes religiosos do povo. O traidor havia combinado um sinal com eles, dizendo-lhes: "Aquele a quem eu saudar com um beijo, é ele; prendam-no". Dirigindo-se imediatamente a Jesus, Judas disse: "Salve Mestre! “e o beijou”. Jesus perguntou: “Amigo, que é que o traz”? Então os homens se aproximaram, agarraram Jesus e o prenderam.

11- AplicaçãoPrecisamos aprender a lidar com a traição, pois o próprio Filho de Deus, Jesus, passou por essa situação. É muito difícil imaginar ser traído por seu melhor amigo. Pense em um bom amigo que você tem. Talvez vocês tenham sido amigos há anos. Então, um dia, você descobre que ele não era realmente seu amigo. Talvez ele dissesse coisas ruins sobre você, “pelas costas”, para te machucar de alguma maneira. 

Isso é exatamente o que aconteceu com Jesus. Ele não só foi traído por Judas, Pedro, também o traiu ao negá-lo por três vezes, quando Jesus foi preso, dizendo às pessoas que não conhecia Jesus, porque tinha medo de ser preso também (Mateus 26: 69-75). A diferença entre Judas e Pedro, é que Pedro se arrependeu. E Jesus perdoou a sua traição!

12- AtividadeRecriar a história: Peça às crianças que contem o final da história, mas com outro final. Primeiro, conte o que aconteceu com Judas depois que entregou Jesus aos soldados. Leia Mateus 27:3-5, e pergunte às crianças: “Se Judas não tivesse traído Jesus, qual outro final poderíamos dar à história”? (Exemplo: ele ficou com as moedas e fugiu para outra cidade; ele devolveu as moedas, e se separou dos discípulos; ele ficou com as moedas, mudou de casa, casou, teve muitos filhos, e depois morreu do coração...). 

Deixe que as crianças usem a sua imaginação e criem a história delas. Pode também fazer um concurso da melhor história e dê um pequeno presente (um pedaço de bolo (da comunhão) a mais, um bombom, um adesivo, etc...)

13- Comunhão / Encerramento

Nenhum comentário:

Postar um comentário