segunda-feira, maio 29, 2023

Estudos para Célula de Crianças - Jesus e a Parábola do Servo Impiedoso

Imagem relacionada 


Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: "Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes? " Jesus respondeu: "Eu lhe digo: não até sete, mas até setenta vezes sete. "Por isso, o Reino dos céus é como um rei que desejava acertar contas com seus servos...



Título: “Jesus e a Parábola do Servo impiedoso”

1- Recepção / Bate-papo (Receba as crianças, cumprimente-as e converse um pouco com elas sobre a sua semana).

2- Louvor / Adoração

3- Oferta: Ensine as crianças que não devemos chegar à presença de Deus com as mãos vazias.

4- Pedidos de Oração: Líder, ore com as crianças pelos pedidos das células, use o caderno de oração e veja as que já foram respondidas e ensine as crianças a agradecer.

5- Revisão da lição anterior: Faça perguntas da última lição dada.

6- Objetivo: Ensinar para as crianças a respeito do perdão. Devemos perdoar a quem nos ofende, assim como o Senhor nos perdoa também!

7- Quebra-Gelo: Você já pediu perdão para uma pessoa que você magoou? Como foi?

8- Versículo para Memorizar: “Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará.”  Mateus 6:14

9- Referência Bíblica: Mateus 18:21-35

10- Mensagem: Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: "Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes? "Jesus respondeu: "Eu lhe digo: não até sete, mas até setenta vezes sete. "Por isso, o Reino dos céus é como um rei que desejava acertar contas com seus servos. Quando começou o acerto, foi trazido à sua presença um que lhe devia uma enorme quantidade de prata. Como não tinha condições de pagar, o senhor ordenou que ele, sua mulher, seus filhos e tudo o que ele possuía fossem vendidos para pagar a dívida. "O servo prostrou-se diante dele e lhe implorou: ‘Tem paciência comigo, e eu te pagarei tudo’. 

O senhor daquele servo teve compaixão dele, cancelou a dívida e o deixou ir. "Mas quando aquele servo saiu, encontrou um de seus conservos, que lhe devia cem denários. Agarrou-o e começou a sufocá-lo, dizendo: ‘Pague-me o que me deve! ’ "Então o seu conservo caiu de joelhos e implorou-lhe: ‘Tenha paciência comigo, e eu lhe pagarei’. "Mas ele não quis. 

Antes, saiu e mandou lançá-lo na prisão, até que pagasse a dívida. Quando os outros servos, companheiros dele, viram o que havia acontecido, ficaram muito tristes e foram contar ao seu senhor tudo o que havia acontecido. Então o senhor chamou o servo e disse: ‘Servo mau, cancelei toda a sua dívida porque você me implorou. Você não devia ter tido misericórdia do seu conservo como eu tive de você? ’Irado, seu senhor entregou-o aos torturadores, até que pagasse tudo o que devia. "Assim também lhes fará meu Pai celestial, se cada um de vocês não perdoar de coração a seu irmão".

11- Aplicação: Assim como Jesus perdoa os nossos pecados, nós precisamos perdoar a quem nos faz mal. Não podemos ter em nossos corações raiva de alguém, pois isso nos faz mal, e a mágoa pode trazer doenças para o nosso corpo! 

Líder, escolha duas crianças e amarre uma na outra (com corda, varal ou um lenço, não amarre muito forte, deixe frouxo) e explique às crianças que quando não perdoamos ficamos amarrados com a pessoa que nos ofendeu, e sofremos. Quando  perdoamos,(desamarre a corda) ficamos livres de sentimentos ruins como a raiva e a tristeza, e a paz de Cristo inunda o nosso coração!

12– Atividade: 1- Dramatizar, fazer um teatro com as crianças, sobre a história do servo impiedoso. Personagens: o rei, o servo impiedoso, o conservo e o narrador (usando figurino da época). 


Nenhum comentário:

Postar um comentário